PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Celulite? Conheça as tecnologias à favor da sua pele

Adriana Vilarinho

16/03/2020 04h00

Crédito: Istock

Não é de hoje que a celulite, nome dado à inflamação crônica do tecido adiposo, é uma das queixas corporais mais frequentes nos consultórios dermatológicos. Além da retenção de líquidos e toxinas corporais, soma-se a isso os fatores hereditários, o ganho de peso, a alimentação rica em doces e o uso de hormônios, que contribuem para a piora do quadro.

A celulite pode variar de marcas na pele com aspecto de "casca de laranja" até nodulações e enrijecimento da pele, de acordo com o grau de I a IV. As regiões mais acometidas são coxas, abdômen, glúteos e braços e sua incidência é maior nas mulheres após a puberdade, chegando a atingir 95% dos casos.

A alimentação balanceada com redução da gordura e açúcar, e maior ingestão de água, ajuda a melhorar essa queixa. Além disso, a associação de tratamentos como a drenagem linfática, infravermelho, radiofrequência e ondas de choque, com a subscisão cirúrgica e injetáveis, como bioestimuladores, costumam ser recomendados.

Atualmente, a tecnologia de micro-ondas, também tem feito parte das opções de tratamentos. As micro-ondas, que são ondas guiadas por um campo eletromagnético, faz com que a 80% da energia dispensada penetre na profundidade do tecido de gordura, sem esquentar a superfície da pele. Dessa forma, mais calor é entregue na hipoderme, o que gera maior contração da pele do que em outras tecnologias. Geralmente recomenda-se sessões mensais, sendo que a quantidade de sessões varia de acordo com a necessidade de cada paciente.

Sobre a autora

Adriana Vilarinho é graduada pela Faculdade de Medicina do ABC, em São Paulo, especialista em dermatologia pela Associação Brasileira de Medicina e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da qual é membro. Também faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e da American Academy of Dermatology.

Sobre o blog

O que a gente chama de beleza é o reflexo da saúde. Uma pele bonita é uma pele saudável, cabelos bonitos são cabelos saudáveis e por aí afora. Este é o espaço para quem busca orientações dermatológicas confiáveis, sempre visando o bem-estar, com dicas que muitas vezes podem ser até bem simples e descomplicadas, mas que são sempre baseadas na experiência médica.

Blog da Adriana Vilarinho