Topo
Blog da Adriana Vilarinho

Blog da Adriana Vilarinho

Categorias

Histórico

Pelos "encravados": por que isso acontece e como prevenir o problema?

Adriana Vilarinho

16/07/2018 04h00

Os pelos “encravam” quando, em seu processo de crescimento, não conseguem ultrapassar a camada mais superficial da pele, causando uma inflamação no local.

A situação costuma acontecer mais com quem se depila com lâmina de aço ou cera, sendo os locais mais comuns virilha e região de barba, mas podem ocorrer também em axilas, glúteos, pernas e região da nuca.

Como são mais abafadas e úmidas, áreas que ficam em atrito com roupas justas e de tecidos sintéticos facilitam a proliferação de bactérias, que inflamam o folículo piloso e pioram o quadro.

Para prevenir o problema, deve-se tomar alguns cuidados como:

  • Esfoliar a região antes da depilação e semanalmente –  para retirar impurezas e células mortas.
  • Optar pelo uso de lâmina de aço, depilar no sentido do pelo, com água morna e espuma apropriada para facilitar o deslizamento da lâmina.
  • Ao usar ceras depilatórias, também depilar no sentido do pelo.
  • Depois, deve-se lavar o local e aplicar creme ou loção calmante e antisséptica.
  • Evitar roupas apertadas e com tecidos sintéticos.
  • Evitar permanecer com roupas de banho molhadas por muito tempo.
  • Não esquecer de hidratar a pele após o banho.
  • Evitar manipular a região tentando retirar o pelo “encravado” com os dedos ou pinças.

Todas essas medidas ajudam a evitar o problema, mas a depilação a laser é uma alternativa recomendada para evitar que seja algo recorrente, de acordo com cada paciente e com avaliação dermatológica presencial, pois elimina os pelos de forma mais duradoura. Atualmente existem diversos tipos de  tecnologia para essa função.

Procure um dermatologista para avaliar o melhor método de tratamento para pelos “encravados”. Essa especialidade médica é a mais indicada para diagnosticar e determinar qual a abordagem terapêutica para cada caso.

Sobre a autora

Adriana Vilarinho é graduada pela Faculdade de Medicina do ABC, em São Paulo, especialista em dermatologia pela Associação Brasileira de Medicina e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da qual é membro. Também faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e da American Academy of Dermatology.

Sobre o blog

O que a gente chama de beleza é o reflexo da saúde. Uma pele bonita é uma pele saudável, cabelos bonitos são cabelos saudáveis e por aí afora. Este é o espaço para quem busca orientações dermatológicas confiáveis, sempre visando o bem-estar, com dicas que muitas vezes podem ser até bem simples e descomplicadas, mas que são sempre baseadas na experiência médica.