Blog da Adriana Vilarinho http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br O que a gente chama de beleza é o reflexo da saúde. Mon, 19 Aug 2019 07:00:22 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=4.7.2 Como cuidar da pele negra para deixá-la saudável e sem manchas http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/08/19/como-cuidar-da-pele-negra-para-deixa-la-saudavel-e-sem-manchas/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/08/19/como-cuidar-da-pele-negra-para-deixa-la-saudavel-e-sem-manchas/#respond Mon, 19 Aug 2019 07:00:22 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=704

Crédito: iStock

É comum que pessoas de pele negra produzam maior quantidade de sebo e oleosidade no rosto, enquanto possuem a pele do corpo mais ressecada, conferindo, às vezes, um aspecto esbranquiçado, principalmente em épocas mais frias do ano. Por isso, é preciso utilizar produtos adequados à cada região para evitar desconfortos. Esfoliar e hidratar a pele são passos importantes nos cuidados diários e/ou semanais e, nesse caso, a indicação de dermocosméticos como séruns com ativos antioxidantes e tônicos faciais, por um dermatologista, é o ideal.

Como qualquer tipo de pele, os cuidados com a pele negra devem começar com o uso de sabonete mais indicado à sua necessidade, além do protetor solar diário de amplo espectro. A grande quantidade de melanina ajuda na proteção solar, porém, também deixa a cútis mais propensa ao aparecimento de hiperpigmentações, melasma, manchas por acne e até por picada de mosquitos.

O alto nível de colágeno permite que seja mais elástica e resistente aos efeitos do tempo, como rugas e linhas de expressão, mas também aumenta a possibilidade de produção de queloides.

Para uma pele mais iluminada, uniforme e viçosa, a vitamina C, assim como o ácido Kójico e ácido Glicólico, são recomendados para prevenir o envelhecimento precoce e estimular a produção de colágeno. Em consultório, podem ser realizados peelings químicos (a base de ácidos indicados por dermatologistas) ou físicos (como cristal e diamante) e lasers, como o Nd:Yag e lasers fracionados.

Outra questão comum a esse fototipo, é a foliculite secundária a pelos encravados. Esfoliar a pele antes da depilação com cera ou lâmina e hidratar bem após, ajuda a proteger a pele contra agressões ambientais e inflamações. Em casos mais graves, a depilação à laser poder ser uma boa opção, mas é preciso se consultar com um dermatologista para avaliação e indicação do melhor tratamento a ser realizado.

 

]]>
0
Homem também se cuida: veja o que fazer para manter a pele saudável http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/08/12/homem-tambem-se-cuida-veja-o-que-fazer-para-manter-a-pele-saudavel/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/08/12/homem-tambem-se-cuida-veja-o-que-fazer-para-manter-a-pele-saudavel/#respond Mon, 12 Aug 2019 07:00:55 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=695

Crédito: iStock

Você sabia que a pele masculina é cerca de 25% mais espessa do que a da mulher e a densidade de colágeno é maior em todas as faixas etárias?

Isso mesmo, a pele do homem possui características únicas e precisa de cuidados específicos. Além disso, tem textura mais áspera, devido aos pelos terminais (grossos e pigmentados) que cobrem a maior parte do corpo.

Os homens têm maior número de glândulas sebáceas no rosto e grande sensibilidade à testosterona, hormônio que influencia o funcionamento dessas glândulas. A produção de sebo nos homens é, em média, duas vezes maior do que nas mulheres e, por isso, ocorre o excesso de oleosidade, com maior propensão à poros dilatados, cravos e acne.

Mas é possível manter a pele saudável com uma rotina de cuidados faciais diários. Veja algumas recomendações:

Mantenha a pele limpa!

Geralmente a pele do rosto é mais oleosa do que o restante do corpo, por isso, é importante usar produtos adequados para cada região. A pele do rosto deve ser limpa de manhã e à noite, de preferência com água morna, que ajuda a abrir os poros intensificando a limpeza. No caso das peles normais a oleosas, que brilham muito e têm poros abertos, o ideal são os sabonetes líquidos que ajudem a combater a oleosidade, com ingredientes como o ácido salicílico. Deve-se evitar uso de água muito quente, que pode gerar um aumento rebote da oleosidade. Já para quem tem a pele do rosto mais seca e/ou com sensibilidade e dermatites frequentes, deve dar preferência à sabonetes líquidos ou espumas de limpezas com substâncias calmantes e fórmulas mais suaves.

 Esfolie

A esfoliação remove o acúmulo de impurezas e células mortas, ajudando a melhorar a textura da pele, desobstruir poros e remover pelos encravados. É mais indicada para homens com pele mais oleosa e cravos na “zona T”, e deve ser realizada pelo menos uma vez por semana.

Tonificar é o terceiro passo!

Pode até parecer trabalhoso ter que aplicar uma loção tônica com algodão por todo o rosto, mas é mais fácil do que parece, principalmente depois que vira rotina. A loção tônica/adstringente também ajuda a eliminar as impurezas da pele, além de suavizar, refrescar e auxiliar no controle da oleosidade.

Para homens com pele mais ressecada e sensível, é recomendado o uso de água termal, que possui propriedades calmantes e hidratantes para a pele.

Chegou a vez de hidratar!

A hidratação promove maior resistência contra as agressões externas (vento, poluição). Os produtos podem conter, ainda, ativos antioxidantes como a vitamina C. Para peles oleosas, o ideal são hidratantes com efeito matificante, que fecham os poros e controlam as atividades das glândulas sebáceas.

 Por fim, proteção!

O correto é usar o protetor solar diariamente, inclusive nos dias nublados. Prefira filtros com ampla proteção solar anti UVA e UVB, evitando, assim, queimaduras solares e envelhecimento precoce da pele. No caso de homens com pele oleosa e com tendência à acne, existem os protetores não-comedogênicos (que previnem a acne), com fórmula oil-free, que podem ser indicados por um dermatologista, de acordo com a necessidade individual do paciente.

E a barba?

A barba é uma proteção contra a radiação ultravioleta, homens com envelhecimento causado pelo sol, em geral, não têm tantas rugas quanto as mulheres. Nos dias em que se barbear é necessário, evite sabonete e opte por creme de barbear, que facilita o deslizamento da lâmina. Após, é recomendado o uso de bálsamo pós-barba com ação antisséptica, cicatrizante e calmante, como também de loções anti-inflamatórias.

Em caso de irritações frequentes e foliculite, consulte um dermatologista.

]]>
0
Tem pele sensível? Saiba quais cuidados você deve tomar no treino http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/08/05/cuidados-com-a-pele-sensivel-durante-exercicios-fisicos/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/08/05/cuidados-com-a-pele-sensivel-durante-exercicios-fisicos/#respond Mon, 05 Aug 2019 07:00:27 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=684

Crédito: iStock

Após fazer atividades físicas é comum que o rosto fique avermelhado e com sensação de ardência, o que na maioria das vezes é uma reação normal do organismo, já que a prática de exercícios mexe com os sistemas do nosso corpo, dilatando os vasos sanguíneos e acelerando o coração e a respiração –para que o sangue circule mais rapidamente para levar oxigênio às células.

Porém, quando a vermelhidão e o ardor se tornam mais intensos, ocorrendo também em outras situações, como nas mudanças bruscas na temperatura, banhos quentes e durante o consumo de alimentos quentes e apimentados, podem indicar algum tipo de sensibilidade cutânea.

A rosácea, por exemplo, é uma doença de origem genética, que pode acontecer devido a alterações imunológicas e neurovasculares. Além da ardência e vermelhidão, são comuns pequenos vasos sanguíneos aparentes, pele áspera, lesões e formigamento.

Já a pele sensível (também conhecida como reativa ou intolerante) acontece por alterações da barreira cutânea e aumento da neurossensibilidade, e pode apresentar intolerância ao uso de determinados cosméticos, dermocosméticos e maquiagem. Dentre os sintomas estão rubor e queimação, coceira, irritação, sensação de repuxamento, além de descamações e pequenas feridas nos casos mais intensos.

Veja algumas recomendações que podem evitar e/ou melhorar os desconfortos:

  • Durante e após a atividade física borrife água termal no rosto, pois ajuda a acalmar a pele e diminuir a vermelhidão e ardência;
  • Além do filtro solar, use óculos, bonés e roupas com proteção UV para evitar a vermelhidão e queimaduras;
  • Utilize sabonetes ou loções de limpeza apropriados à sua pele e indicados por um dermatologista;
  • Prefira banhos mornos e mantenha a janela do banheiro aberta para evitar o vapor;
  • Evite o atrito com toalhas, seque as regiões afetadas suavemente.

Consulte seu dermatologista. Com o tratamento adequado, os incômodos podem ser reduzidos e o exercício físico será mais prazeroso.

]]>
0
“Slime”: uma brincadeira que coloca em risco saúde da pele e merece atenção http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/29/slime-uma-brincadeira-que-coloca-em-risco-saude-da-pele-e-merece-atencao/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/29/slime-uma-brincadeira-que-coloca-em-risco-saude-da-pele-e-merece-atencao/#respond Mon, 29 Jul 2019 07:00:01 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=681

Crédito: iStock

Brincar de fazer “slime” –tipo de geleca ou massa de modelar – virou febre entre as crianças. Mas, o que parece ser uma simples brincadeira, pode se tornar algo perigoso sem os cuidados e supervisão de um adulto.

A maioria das receitas inclui o borato de sódio (Bórax), matéria-prima de alguns produtos de limpeza e inseticidas, como um de seus ingredientes, que se não estiver bem diluído pode causar lesões na pele, irritação nos olhos e até intoxicação.

Por ser uma substância com pH alto, o bórax oferece danos à camada protetora da pele, o que favorece o surgimento de eczemas e de dermatite de contato. Não é raro a criança desenvolver lesões superficiais na pele que coçam, ardem e descamam. Além disso, dependendo da concentração do produto, a mistura pode provocar queimaduras e problemas sistêmicos como cólicas estomacais, vômitos e diarreia.

Outros ingredientes utilizados para a produção de “slime” como bicarbonato de sódio, espuma de barbear, amaciantes de roupas e detergentes, também podem causar algum tipo de irritação em peles sensíveis, quando combinados.

As receitas à base de cola branca e bicarbonato, que não contém bórax, são um pouco menos nocivas. Contudo, mesmo acompanhando todo o processo de confecção da “slime” caseira junto às crianças, não há como garantir que o produto seja seguro para os pequenos.

É sempre importante observar a brincadeira e, caso haja qualquer tipo de lesão ou desconforto na pele após o manuseio da geleca, consulte um dermatologista.

]]>
0
Pele ressecou? Veja cuidados com a hidratação nos dias gelados http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/22/pele-ressecou-veja-cuidados-com-a-hidratacao-nos-dias-gelados/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/22/pele-ressecou-veja-cuidados-com-a-hidratacao-nos-dias-gelados/#respond Mon, 22 Jul 2019 07:00:52 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=675

Crédito: iStock

Com a chegada do inverno, o clima frio e seco é o grande responsável por deixar a pele ressecada. Porém, banhos quentes e a falta de cuidados com produtos específicos à cada tipo de pele, podem diminuir ainda mais sua umidade natural.

Para manter a pele saudável também nesta época e evitar aquele aspecto esbranquiçado e craquelado, o que indica a desnaturação das proteínas, é importante fazer hidratações profundas e, além disso, praticar uma alimentação saudável, rica em vitaminas e antioxidantes.

Outra recomendação importante é dar preferência a banhos menos demorados e não tão quentes. Deixar esponjas e buchas de lado também é preciso, pois removem o manto de oleosidade cutânea natural. Utilizar óleos hidratantes disponíveis no mercado, específicos para o momento do banho, pode trazer praticidade para o dia a dia, além de ajudar quanto à hidratação.

Os lábios também merecem atenção durante o inverno e, geralmente, são os primeiros a ressecar e descamar. Por isso, a orientação nesse caso é não puxar as peles da descamação e usar balms labiais, reaplicando-os constantemente.

Cotovelos, joelhos e calcanhares possuem menos glândulas sebáceas e não produzem o óleo natural que lubrifica a pele como no restante do corpo, por isso, o ideal é fazer um tratamento mais intensivo nessa época, usando hidratantes que contenham ureia, glicerina e manteigas vegetais, de preferência recomendados por um dermatologista.

O inverno é a época mais indicada para diversos procedimentos estéticos como peelings e protocolos com laser, além de tratamentos com ácidos e clareadores mais potentes para tratar problemas como manchas, rugas, cicatrizes de acne e estrias, já que não ficamos tão expostos ao sol.

A ingestão de água, como em qualquer estação do ano, também é de extrema importância para manter a hidratação da pele e de todo o organismo, de dentro para fora. Procure seu dermatologista para conversar sobre uma rotina diária de cuidados com a pele. E, claro, mesmo nos dias nublados e chuvosos, usar protetor solar é fundamental!

]]>
0
Férias e inverno: quais cuidados tomar com a pele dos pequenos nessa época? http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/15/ferias-e-inverno-quais-cuidados-tomar-com-a-pele-dos-pequenos-nessa-epoca/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/15/ferias-e-inverno-quais-cuidados-tomar-com-a-pele-dos-pequenos-nessa-epoca/#respond Mon, 15 Jul 2019 07:00:40 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=667

Crédito: iStock

A estrutura da pele das crianças não é muito diferente da dos adultos, porém, existem pequenas particularidades com relação à absorção de substâncias nocivas, imunidade, transpiração e reação à luz (fotossensibilidade). Durante o inverno a sensibilidade às mudanças de temperatura é maior, o que pode causar o ressecamento na cútis dos pequenos com maior frequência.

Nessas estações mais frias, é comum surgirem doenças na pele devido à diminuição da oleosidade natural, por causa dos banhos mais quentes e demorados. A dermatite atópica, por exemplo, pode causar crises com lesões avermelhadas, principalmente nas dobras, além de coceiras e ressecamento intenso que, às vezes, pode apresentar infecções nas regiões afetadas.

Outra patologia que ocorre bastante nessa estação é a dermatite seborreica, que geralmente aparece onde a pele é mais oleosa, como o couro cabeludo, e pode provocar desde caspa até escamações amarelas na região.

Para manter a saúde da derme das crianças, algumas recomendações são importantes, como não deixar os pequenos tomarem banhos muito quentes e demorados e não utilizar buchas ou esponjas. Evitar o uso de sabonetes esfoliantes também é necessário, já que esses produtos reduzem a barreira de proteção cutânea.

Secar bem o corpo é mais uma recomendação, principalmente nas dobras. Hidratar a pele de forma contínua, com cosméticos apropriados ao público infantil e indicados por um dermatologista, ajuda a prevenir e tratar as dermatites. Hidratantes labiais também são ótimos para evitar que os lábios fiquem ressecados e rachados.

Quanto ao sol, mesmo em épocas mais frias, os cuidados devem ser mantidos, como vestir roupas com proteção UV, usar bonés e filtro solar, que em crianças, podem ser aplicados a partir de seis meses de idade.

]]>
0
De avião ou de carro, viagens sempre pedem alguns cuidados com a pele http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/08/de-aviao-ou-de-carro-viagens-sempre-pedem-alguns-cuidados-com-a-pele/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/08/de-aviao-ou-de-carro-viagens-sempre-pedem-alguns-cuidados-com-a-pele/#respond Mon, 08 Jul 2019 07:00:56 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=661

Crédito: iStock

Com a chegada das férias de julho, os passeios em família são uma grande diversão. Mas, seja nas viagens aéreas, seja de carro, seja em um cruzeiro, a pele merece cuidados para se manter saudável.

Viagens de longa duração podem afetar diretamente a pele, lábios e olhos, devido à baixa umidade e à presença constante do ar condicionado, que deixam o ar demasiadamente seco, causando o ressecamento. Adotar algumas recomendações e medidas simples desde a véspera da viagem, ajudam a evitar alguns desconfortos.

Antes de viajar prepare a pele e faça uso de uma máscara hidratante e, logo em seguida, aplique um creme ou sérum. Não esqueça de incluir na sua mala de mão, hidratantes faciais, colírio lubrificante e balm labial, que possam ser utilizados com facilidade.

Evite usar (muita) maquiagem durante as viagens e, caso seja possível, busque por produtos que contenham fator de proteção solar em sua fórmula. Antes de se deitar, é necessário retirar a maquiagem com solução demaquilante apropriada ao seu tipo de pele. Tonificar e hidratar também é importante para manter a integridade da cútis, principalmente pós-sol.

Reforce o hidratante facial e, se possível, borrife água termal segundos antes de reaplicar o hidratante. Por ser rica em minerais, a água termal é ótima aliada. Os lábios não podem ser esquecidos. É recomendado o uso de balms, reaplicando com frequência, mas em pouca quantidade.

Seja qual for o passeio, é preciso aumentar o consumo de água e evitar bebidas alcoólicas ou ricas em cafeína, pois aceleram o processo de desidratação. E, na dúvida de qual dermocosmético é apropriado à sua pele, consulte seu dermatologista.

]]>
0
Cenoura, peixe e outros alimentos aliados da pele para incluir no cardápio http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/01/cenoura-peixe-e-outros-alimentos-aliados-da-pele-para-incluir-no-cardapio/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/07/01/cenoura-peixe-e-outros-alimentos-aliados-da-pele-para-incluir-no-cardapio/#respond Mon, 01 Jul 2019 07:00:13 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=653

Crédito: iStock

Ter uma alimentação rica em nutrientes e balanceada é uma das principais recomendações para uma pele saudável. O consumo dos alimentos certos pode combater e prevenir inflamações e envelhecimento precoce.

A cenoura, por exemplo, é rica em betacaroteno e em vitamina A, que ajuda no combate e prevenção da oleosidade, colaborando para o clareamento de manchas e diminuindo as chances de desenvolver o câncer de pele.

Alimentos que contenham vitamina C têm ação antioxidante e antibactericida, como o morango, acerola, brócolis.

Para pessoas com pele acneica, uma sugestão é o consumo de vegetais crus, frutas, legumes, leite e seus derivados magros, evitando alimentos ricos em gordura saturada, açúcares, carboidratos e chocolates, pois favorecem a obstrução das glândulas sebáceas, ocasionando ou piorando as lesões.

Frutas vermelhas, chamadas “berries”, como mirtilo, cereja, amora, framboesa e jabuticaba, são ricas em antioxidantes e ajudam a prevenir os danos causados pelos raios UV, além de possibilitar um crescimento saudável aos cabelos.

As oleaginosas, como castanhas, nozes e amêndoas e o consumo de peixes também trazem benefícios à pele, cabelos e unhas, pois seus nutrientes, entre eles o Ômega 3 fortalece os fios e permite que as unhas cresçam mais fortes.

Além do consumo de alimentos mais saudáveis, beber o mínimo de água recomendada diariamente por especialistas, auxilia como forma de manter a saúde, não só da pele, mas do corpo. Afinal, a hidratação começa de dentro para fora.

A alimentação é pode ser grande aliada da pele saudável quando equilibrada. Em todo caso, consultar um dermatologista para identificar as necessidades da sua pele e os tratamentos adequados, é a melhor recomendação – além de um nutricionista. Consulte especialistas!

]]>
0
Como a esfoliação ajuda a ter uma pele saudável, bonita e equilibrada http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/06/24/como-a-esfoliacao-ajuda-a-ter-uma-pele-saudavel-bonita-e-equilibrada/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/06/24/como-a-esfoliacao-ajuda-a-ter-uma-pele-saudavel-bonita-e-equilibrada/#respond Mon, 24 Jun 2019 07:00:03 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=641

Crédito: iStock

Esfoliar a pele é um método essencial para renovar as células cutâneas, mantendo a saúde e o equilíbrio da derme. Geralmente, esse processo de renovação celular acontece naturalmente a cada 30 ou 40 dias, porém, no caso de peles oleosas ou com acne, o ritmo fica alterado e, por isso, a esfoliação é indicada.

Os benefícios desse procedimento são muitos e vão desde a melhoria da textura e desobstrução de poros até a regularização da produção do sebo cutâneo, podendo ser realizado por qualquer pessoa e em todos os tipos de pele. Em consultório, existem opções para uma esfoliação mais controlada, homogênea e eficaz, realizadas por um dermatologista, que são os peelings mecânicos (microdermoabrasão) e os peelings químicos (com uso de ácidos).

Os peelings de cristal ou diamante (microdermoabrasão) renovam a pele mais rapidamente, já que removem a camada córnea mais superficial. Já os peelings químicos, em que são aplicados ácidos como o retinóico, o ácido salicílico e o ácido glicólico, fazem a pele descamar levemente por 2 a 3 dias depois de realizados.

Em casa é possível realizar a esfoliação mecânica com produtos que contêm microesferas esfoliantes ou escovas de cerdas macias. Mas é preciso cuidado para não causar irritações à pele. Por isso, a indicação de um dermatologista sobre qual o dermocosmético mais adequado, é muito importante.

A frequência da esfoliação depende de cada tipo de pele. Na pele oleosa é recomendada até uma ou duas vezes por semana. Mais que isso, o processo pode ser prejudicial por alterar a barreira de proteção da epiderme e causar piora da inflamação. Nas peles sensíveis, com manchas, peles asiáticas ou morenas, a esfoliação é permitida, porém com menor frequência, para evitar irritação.

Além da face, a esfoliação corporal é muito bem-vinda. Neste caso, realizar o procedimento antes da depilação e semanalmente, ajuda a retirar impurezas e peles mortas, prevenindo a inflamação do folículo piloso e evitando o encravamento dos pelos, principalmente para quem se depila com lâminas de aço ou cera. Se houver irritação ou inflamação, consulte sempre seu dermatologista!

]]>
0
Banhos muito quentes no inverno prejudicam pele e cabelos; entenda como http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/06/17/pelenoinverno/ http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/2019/06/17/pelenoinverno/#respond Mon, 17 Jun 2019 07:00:03 +0000 http://adrianavilarinho.blogosfera.uol.com.br/?p=635

Crédito: iStock

No inverno tudo o que queremos para acordar ou ao final do dia para relaxar, é um banho quente. Apesar da sensação agradável do momento, os banhos quentes podem ser bastante prejudiciais, tanto à pele quanto aos cabelos.

As altas temperaturas da água dos banhos combinadas ao uso de sabonetes, podem fazer com que a função de barreira protetora da pele seja prejudicada: ela fica mais seca e há danos a uma camada superficial de substâncias oleosas que contribuem de maneira significativa para manter a pele hidratada.

Tomar banhos quentes pode não só ressecar a pele como também danificar a sua superfície, contribuindo para a formação de áreas avermelhadas, por vezes elevadas e pruriginosas, que conhecemos como eczema. Para manter a pele bonita e saudável durante o inverno, é importante tomar banhos mornos em vez de quentes e tentar reduzir o tempo de permanência no chuveiro em até 10 minutos.

A hidratação após o banho também é ferramenta essencial: o creme hidratante aplicado sobre a pele logo após o banho evita a desidratação e permite que a camada protetora seja restaurada mais facilmente.

Quanto aos cabelos, os óleos naturais que protegem os fios também são prejudicados no contato prolongado com água em altas temperaturas. O couro cabeludo pode ressecar com a água quente e, em resposta a essa irritação, aumenta a produção do sebo, promovendo mais oleosidade e o aparecimento da dermatite seborreica (caspa).

A melhor maneira de higienizar os fios e controlar o excesso da caspa, é maneirar na temperatura e alternar o shampoo convencional como específico para seborreia. Mas é importante salientar, que dependendo da gravidade do caso, o shampoo poderá ser menos ou mais concentrado, associado ou não ao uso de medicamentos específicos e, por isso, a indicação pelo dermatologista é fundamental.

Com pequenas mudanças de hábitos é possível manter pele e cabelos saudáveis e bem cuidados durante todo o inverno. Cuide-se e não esqueça o filtro solar!

]]>
0