PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Acne solar surge poucos dias após exposição ao sol; saiba como tratá-la

Adriana Vilarinho

13/01/2020 04h00

iStock

A acne comum surge em pessoas com pele mista ou oleosa, quando há um processo inflamatório das glândulas sebáceas (secretoras de óleos) e dos folículos pilossebáceos. Mas sabia que existe outro tipo de acne?

Quando há exposição ao sol inadequada e em excesso, mesmo que a pele não seja oleosa, podem surgir, além das queimaduras, um quadro que chamamos de acne solar. Os sinais começam a aparecer poucos dias após a exposição ao sol, principalmente no rosto, tronco, colo e nas costas, regiões onde há mais produção de sebo, devido à maior concentração das glândulas. Com aparência diferente da acne comum, a solar apresenta volumes menores e menos inflamatórios.

Muitas pessoas relacionam a piora da acne com o verão. Isso porque o calor em excesso da estação pode estimular as glândulas sebáceas, tornando a pele mais oleosa. Porém, se a exposição ao sol for realizada de forma correta, antes das 10h e após às 16h, os raios solares ajudam a "secar" as lesões existentes, agindo como um anti-inflamatório e melhorando a aparência da pele.

Como prevenir a acne solar?

Um dos hábitos que auxiliam a prevenir esse quadro é lavar o rosto com sabonete recomendado para o seu tipo de pele, pelo menos duas vezes ao dia. Além disso, não dormir com maquiagem e usar filtros solares com textura leve, oil-free ou em gel. É preciso também manter uma dieta saudável e evitar alimentos ricos em açúcares, derivados de leite e gordurosos ajuda.

O tratamento da acne solar é semelhante ao da convencional, com uso de esfoliantes, queratolíticos (medicamentos que evitam a formação dos cravos) e antibióticos, recomendados por um dermatologista, se houver inflamação. É importante lembrar que a exposição solar deve ser evitada se o quadro incluir muitas lesões inflamatórias, pois, nesse caso, o sol pode fazer com que essas lesões hiper pigmentem e deixem cicatrizes e manchas.

Sobre a autora

Adriana Vilarinho é graduada pela Faculdade de Medicina do ABC, em São Paulo, especialista em dermatologia pela Associação Brasileira de Medicina e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da qual é membro. Também faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e da American Academy of Dermatology.

Sobre o blog

O que a gente chama de beleza é o reflexo da saúde. Uma pele bonita é uma pele saudável, cabelos bonitos são cabelos saudáveis e por aí afora. Este é o espaço para quem busca orientações dermatológicas confiáveis, sempre visando o bem-estar, com dicas que muitas vezes podem ser até bem simples e descomplicadas, mas que são sempre baseadas na experiência médica.

Blog da Adriana Vilarinho