menu
Topo
Blog da Adriana Vilarinho

Blog da Adriana Vilarinho

Categorias

Histórico

Pele sofre mais no inverno: veja cuidados que você precisa ter na estação

Adriana Vilarinho

11/06/2018 04h06

Com a chegada do inverno, que começa no próximo dia 21 de junho no Brasil, o clima frio e seco é o grande responsável por deixar a pele mais ressecada. Ajuda ainda o fato de, nesta época, ser comum tomar banhos mais quentes, que provocam uma remoção da oleosidade natural de forma mais intensa, diminuindo o manto lipídico que retém a umidade da pele.

Exatamente por isso, trago algumas recomendações para ficar com ela bonita e saudável também durante essa estação do ano:

  1. A pele desidratada pode ficar com aspecto esbranquiçado, o que indica a desnaturação das proteínas. Para evitar tal sintoma é importante fazer hidratações profundas e, além disso, praticar uma alimentação saudável, rica em vitaminas e antioxidantes pode trazer benefícios em longo prazo.
  2. Dê preferência aos banhos não tão quentes e demorados, que ressecam mais a pele. Evite ainda o uso de esponjas ou buchas, que removem o manto de oleosidade natural da nossa pele.
  3. Existem disponíveis no mercado óleos e hidratantes específicos para serem usados no banho, o que é muito prático, pois limpam e deixam a pele hidratada.
  4. Durante o inverno, também é comum diminuir a ingestão de água, um grande erro! Ela é extremamente importante para manter a hidratação da pele e de todo o organismo. Deve-se tomar pelo menos 2 litros de água por dia.
  5. Os lábios geralmente são os primeiros a reclamar do frio, ficando ressecados e descamando. Por isso, você também precisa hidratá-los. A orientação é usar hidratantes labiais, com inúmeras opções disponíveis no mercado. É importante reaplicá-los constantemente.
  6. Preste atenção nas extremidades da sua pele durante o inverno, principalmente nos cotovelos e joelhos. A pele nesses locais é importante para proteger as articulações e garantir a amplitude dos movimentos, mas elas precisam de muita atenção, pois têm menos glândulas sebáceas e não produzem o óleo natural que lubrifica a pele como o resto do corpo. O ideal é fazer um tratamento intensivo no inverno, usando hidratantes que contenham ureia, glicerina, óleos e manteigas vegetais. Os mesmos cuidados valem para mãos e pés.
  7. Mesmo nos dias nublados e com chuva, o protetor solar é essencial.
  8. O frio, o vento e a baixa umidade podem provocar irritações e descamações, além de agravarem algumas doenças da pele, como Dermatite Atópica e Dermatite Seborreica (caspa). Uma boa hidratação da pele e cuidados no banho são essenciais nessas situações.
  9. Procure seu dermatologista para uma rotina de cuidados com a pele; no inverno podemos usar ácidos e clareadores mais potentes, uma vez que não ficamos tão expostos ao sol.
  10. Essa é a estação mais indicada para vários procedimentos como peelings e tratamentos com laser para problemas como manchas, rugas, cicatrizes de acne e estrias.

Se quiser saber mais, procure seu dermatologista!

Sobre a autora

Adriana Vilarinho é graduada pela Faculdade de Medicina do ABC, em São Paulo, especialista em dermatologia pela Associação Brasileira de Medicina e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da qual é membro. Também faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e da American Academy of Dermatology.

Sobre o blog

O que a gente chama de beleza é o reflexo da saúde. Uma pele bonita é uma pele saudável, cabelos bonitos são cabelos saudáveis e por aí afora. Este é o espaço para quem busca orientações dermatológicas confiáveis, sempre visando o bem-estar, com dicas que muitas vezes podem ser até bem simples e descomplicadas, mas que são sempre baseadas na experiência médica.