Blog da Adriana Vilarinho

Categorias

Histórico

Alergia ao suor? Sim, ela existe e pode causar ardência, coceira, manchas

Adriana Vilarinho

16/04/2018 04h00

existe alergia ao suor

Crédito: iStock

A alergia ao suor é mais comum do que imaginamos e pode apresentar-se desde uma miliária, que são brotoejas comuns em bebês, até uma urticária colinérgica que acomete principalmente em adolescentes e adultos jovens.

As causas da alergia ao suor podem ser relacionadas a uma hipersensibilidade ao calor do corpo que pode ocorrer por alteração emocional; mudança no pH da pele; fricção em algumas regiões como axilas, atrás dos joelhos e virilha; roupas de tecidos que retêm a transpiração ou até mesmo o exercício físico intenso.

Os sintomas são: irritação na pele, coceira, ardência e aparecimento de brotoejas e manchas avermelhadas, ou até mesmo urticária –lesões elevadas avermelhadas e pruriginosas. A melhor prevenção contra a alergia ao suor é evitar os fatores que aumentam a temperatura corporal.

Algumas medidas podem ser eficazes para diminuir os sintomas:

  • No frio, devido ao clima seco e ao vento gelado, é importante hidratar bem a pele e tomar muita água;
  • No calor, evite banhos quentes;
  • Use roupas com tecidos confortáveis e não apertados.
  • O uso de água termal pode ajudar a suavizar irritações e acalmar a pele.

Para confirmação diagnóstica, um médico deve sempre ser consultado.

Procure seu dermatologista!

Sobre a autora

Adriana Vilarinho é graduada pela Faculdade de Medicina do ABC, em São Paulo, especialista em dermatologia pela Associação Brasileira de Medicina e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da qual é membro. Também faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e da American Academy of Dermatology.

Sobre o blog

O que a gente chama de beleza é o reflexo da saúde. Uma pele bonita é uma pele saudável, cabelos bonitos são cabelos saudáveis e por aí afora. Este é o espaço para quem busca orientações dermatológicas confiáveis, sempre visando o bem-estar, com dicas que muitas vezes podem ser até bem simples e descomplicadas, mas que são sempre baseadas na experiência médica.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Blog da Adriana Vilarinho
Topo